26 de mai de 2012

Não sei...


Acordo no meio da madrugada com um sentimento de "não sei...".
Corro para não parar de fazer e chego ao meu vácuo infinito.
Fico perdido neste vazio do nada e do tudo que deixei de realizar.
É uma sensação estranha e, ao mesmo tempo, desafiadora.
É de lá que eu vim e é para lá que estou indo.
Ele está dentro e fora de mim me provocando a realizar.
E me aquieto escrevendo sobre ele.
Porque sei que este é um caminho de me encontrar...

Autor: Josef Karel Tlach

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe aqui o seu comentário:

Related Posts with Thumbnails

Blogs que visitamos