3 de mar de 2010

A Verdadeira Terapia Floral


A compilação do trabalho com essências florais foi realizada por um médico inglês chamado Dr.Edward Bach nos idos de 1928-36. Naquela época, o Dr. Bach atendia pessoalmente ou por carta os seus pacientes.
A Terapia Floral busca o equilíbrio das emoções da pessoa através das essências florais. Desta forma, ela estará no seu caminho de vida com consciência.
Essências florais são uma solução líquida natural hiperdiluída de uma ou mais plantas e flores onde o paciente tomará as suas gotas periodicamente (ex: 4 gotas, 4 vezes ao dia). Elas são aviadas numa farmácia de manipulação ou homeopática.
Na verdade, a terapia floral busca o auto-conhecimento do seu paciente através do seu corpo emocional. Também são analisados os outros três corpos: o racional, o físico e o espiritual. Equilibrando um destes corpos poderemos equilibrar os outros através da harmonia que existem entre eles.
O bom terapeuta floral jamais irá tratar do físico diretamente (já existem muitos profissionais na área da medicina para isto), mas trabalhará as emoções que podem provocar  doenças no corpo físico do seu paciente.
Geralmente, as sessões duram de 60 a 90 minutos e, ao final das mesmas, o paciente receberá uma recomendação terapêutica das essências que deve tomar durante os próximos 21 dias (prazo em que termina o frasco de florais - 30 ml). As sessões podem ser semanais, quinzenais, mensais - tudo dependerá da necessidade do paciente em conversar com o seu terapeuta floral.
As essências florais são consideradas complementos alimentares no Brasil, pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
Temos quatro fases distintas no decorrer das sessões:
  1. A fase inicial - no final da primeira sessão é definido um foco emocional para tratamento e é feita a indicação das essências florais. O terapeuta determina com o seu paciente a periodicidade das sessões para que seja atingido o foco emocional. Geralmente, as primeiras sessões são semanais (para criar o vínculo com o paciente) e, conforme ele for se equilibrando emocionalmente, elas passam para o intervalo dee 15 dias e até de 21 dias.
  2. O tratamento propriamente dito - o paciente virá a cada três semanas no consultório, relatará os fatos acontecidos no período (que foram anotados num caderno específico de terapia) e o terapeuta interagirá com o mesmo sempre observando os seus quatro corpos. Neste período também são analisados os sonhos do paciente - que são uma linguagem própria do seu inconsciente através de símbolos específicos de cada indivíduo. No final desta fase será atingido o foco emocional e a maioria (aproximadamente 95%) dos pacientes encerram a sua terapia.
  3. O trabalho da auto-consciência - somente 5% dos pacientes querem fazer esta terceira fase da terapia que é o trabalho de auto-conhecimento. É o trabalho de reconhecimento do seu verdadeiro caminho de vida. O paciente já não vem para tratar de um 'foco' emocional, mas trabalha o seu auto-conhecimento mais profundo. Geralmente, são sessões a cada 3 semanas com indicação ou não de florais.
  4. Sessões de aconselhamento - após todo o processo de auto-conhecimento, o paciente sente a necessidade de marcar uma sessão de aconselhamento para estar sempre no seu caminho de vida e não de desvirtuar do mesmo. Estas sessões podem ocorrer conforme a necessidade do paciente: uma vez por mês, a cada 2 meses, a cada semana, etc.
Muitos querem saber: quanto tempo demora esta terapia? Respondemos que depende do estágio em que o paciente está. A primeira e segunda fase ocorrem (na maioria dos casos tratados) em até um ano de terapia - mas cada caso deve ser analisado separadamente.
Hoje, passados 82 anos após a descoberta da primeira essência floral (Mimulus), neste mundo onde tecnologia avança a passos largos, temos consultas tradicionais feitas no consultório, por e-mail (o mesmo que o Dr. Bach fazia através de cartas), por vídeo-conferência (skype ou msn) e até por telefone. Em breve, teremos a consulta virtual em 3D - ou seja, você poderá fazer a sua consulta virtual em 3D tendo a presença virtual do seu terapeuta em sua sala/quarto/escritório, enquanto ele (terapeuta) terá a sua presença virtual no consultório dele... Quem viver, verá...

Autor: Josef Karel Tlach

2 comentários:

Gostou? Deixe aqui o seu comentário:

Related Posts with Thumbnails

Blogs que visitamos