23 de mar de 2011

Um Grão de Areia


Sou um peregrino que busca o seu verdadeiro caminho de vida. Busco a minha felicidade e a minha simplicidade de viver desfrutando o melhor que Deus pode me proporcionar: o agora.

Sou um caminhante que tem o privilégio de encontrar e conhecer com profundidade seres muito especiais que me ajudam a entender e compreender esta obra maravilhosa do Grande Arquiteto do Universo, todos os dias.

Faço o meu trabalho distante dos olhares que criticam e que querem holofotes. Sou um grão de areia importante nesta praia chamada Universo. Sem mim, o Universo não existe. Da mesma forma, que eu não existo sem o Universo. Somos um contido no outro e, portanto, indivisíveis num Único Ser.

Eu crio o meu Universo através daquilo que penso e falo. Sou o produto de mim mesmo, e, portanto, sou uma simples faceta de uma pedra bruta que se tornará um dia o tudo ou o nada.

Porque sempre buscar o tudo, se nós viemos do nada? E é o nada a origem de todas as coisas, de todas as existências do nosso Universo. Se temos o nada, então, tudo está a nossa disposição. Ou seja, quanto mais simples me torno, mais eu estou próximo do nada. E no nada, tudo existe, tudo sou.

Sou uma metáfora? Ou sou o que sou? Para um grão de areia não importa o que é... Ser somente ser aquilo que é, já é uma grande missão. E eu estou lá, todos os dias, faça chuva, faça sol, realizando, no agora, aquilo que melhor eu sei fazer: SER!

Autor: Josef Karel Tlach

4 comentários:

  1. OI KAREL
    Adorei o teu blog, é gratificante trabalhar com a saúde.
    parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Vanoska.

    Sou grato pelo seu comentário.
    Isto só nos incentiva a postar mais sobre o que somos e pensamos.
    Um abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  3. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    KAREL

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  4. José Ramón.
    Seja benvindo ao nosso Blog.
    Sou grato pelas suas palavras.
    Um abraço fraterno,

    Karel

    ResponderExcluir

Gostou? Deixe aqui o seu comentário:

Related Posts with Thumbnails

Blogs que visitamos